Arquivo da categoria: Poesias

Dez chamamentos ao amigo – Hilda Hilst

I Se te pareço noturna e imperfeita Olha-me de novo. Porque esta noite Olhei-me a mim, como se tu me olhasses. E era como se a água Desejasse Escapar de sua casa que é o rio E deslizando apenas, nem … Continuar lendo

Publicado em Poesias | 1 Comentário

Escolhas

Escolha a sua versão… ou…

Publicado em Poesias, Trechos de livros | Deixe um comentário

Eu vou te contar que você não me conhece… E eu tenho que gritar isso, porque você está surdo e não me ouve! A sedução me escraviza à você. Ao fim de tudo você permanece comigo, mas preso ao que … Continuar lendo

Publicado em Musicas, Poesias | Deixe um comentário

QUERO

Quero que todos os dias do ano todos os dias da vida de meia em meia hora de 5 em 5 minutos me digas: Eu te amo. Ouvindo-te dizer: Eu te amo, creio, no momento, que sou amado. No momento … Continuar lendo

Publicado em Poesias | Deixe um comentário

Poemas de Álvaro de Campos

Mas o que eu não fui, o que eu não fiz, o que nem sequer sonhei; O que só agora vejo que deveria ter feito, O que só agora claramente vejo que deveria ter sido, Isso é que é morto … Continuar lendo

Publicado em Poesias | Deixe um comentário

Por quê? É que meu coração, em meio às delícias, De uma lembrança ciumenta constantemente oprimido… Indiferente á felicidade presente, vai procurar tormentos…. No futuro e no passado. Alex Dumas (Romancista e Dramaturco Francês 1802-1870)

Publicado em Poesias | Deixe um comentário

O equilibrista

Tocávamos clarinete na corda bamba subíamos às altas torres do Egito passeávamos de pára-quedas no sol sem fim dos dias de fogo subíamos à capota do avião por cima das nuvens recitávamos poemas à lua tocando nela. Andávamos nos parapeitos … Continuar lendo

Publicado em Poesias, Textos Interessantes, Trechos de livros | Deixe um comentário